Restauração de Ecossistemas - Dia Mundial do Ambiente

Celebrado a 5 de junho, o Dia Mundial do Ambiente é o maior evento anual das Nações Unidas e tem como objetivo, consciencializar para a necessidade de proteger o planeta, estando associado à promoção de um conjunto de ações ambientais.

O tema deste ano concentra-se na "restauração de ecossistemas" e na urgência de todos fazerem as pazes com a natureza. Esta data marca também o lançamento formal da Década das Nações Unidas da Restauração de Ecossistemas 2021-2030.

A Década das Nações Unidas tem o objetivo de aumentar em grande escala a restauração de ecossistemas degradados e destruídos para combater a crise climática, evitar a perda de um milhão de espécies e aumentar a segurança alimentar, o abastecimento de água e a subsistência.

Nunca foi tão urgente reviver os ecossistemas danificados como é agora. Os ecossistemas sustentam toda a vida na Terra e quanto mais saudáveis forem, mais saudável será o planeta e a população. A restauração dos ecossistenas só terá sucesso se cada um de nós desempenhar o seu papel.

A restauração do ecossistema pode assumir várias formas: plantação de árvores, tornar cidades mais verdes, restauração de jardins, mudanças na alimentação ou limpeza de rios e costas.

Com vista a minimizar os impactos ambientais da nossa atividade, na Manvia e Vibeiras promove-se uma crescente sensibilização ambiental e nesse sentido têm vindo a apostar na monitorização e controlo das emissões atmosféricas, na otimização e acompanhamento dos consumos energéticos (frota e equipamentos), na utilização de viaturas elétricas em alguns dos seus serviços e na otimização da gestão de energia das instalações visando reduzir consumos.

A nossa responsabilidade ambiental passa também por poder oferecer aos Clientes e Parceiros, serviços que lhes permitam diminuir as suas pegadas ambientais. Nesse sentido, através da cedência dos direitos de captura de carbono, sem quaisquer custos para os proprietários, temos vindo a levar a cabo projetos de restabelecimento florestal de áreas afetadas por agentes bióticos e abióticos ou por acontecimentos catastróficos, de terrenos improdutivos e de terrenos abandonados.

Contamos plantar ainda este ano, cerca de 500 mil árvores e arbustos, distribuídas por mais de 20 espécies autóctones o que corresponderá à recuperação de mais de 600 hectares de área florestal.

Já com a Tecnologia Dryject+SAP oferecemos um serviço que permite diminuir a pegada hídrica associada aos espaços verdes urbanos e desportivos, com poupanças de água que podem ascender a mais de 50%.

Através dos projetos e construção de coberturas verdes (ou coberturas ajardinadas) oferecemos um serviço que permite a melhoria de eficiência energética dos edifícios, contribuindo diretamente para um aumento da biodiversidade e nichos ecológicos das áreas urbanas.

Com a transversalidade de serviços, procuramos garantir a satisfação dos nossos clientes, assumindo um compromisso de melhoria contínua em relação à Qualidade, Segurança, Ambiente, Sustentabilidade e Responsabilidade Social.